A Dama Dourada: Curiosidades e Figurinos

No post de hoje mostraremos um pouco dos figurinos do filme " A dama dourada" (sem spolliers) e contaremos a história dessa família e do quadro de mesmo nome considerado por muitos a Monalisa da Áustria. 


A dama dourada filme
Ferdinand e Adele com as sobrinhas Louise e Maria ao lado Gustav e Therese


Essa história vai muito além dos figurinos, a Dama Dourada na verdade é um quadro que por mais de cinquenta anos permaneceu em um museu na Áustria, a mulher retrata é Adele Bloch, fato curioso é que ela e a irmã Therese se casaram com dois irmãos, logo além de irmãs viraram cunhadas. 

Ela se casou com 18 anos, seu marido chamado Gustav tinha 35 anos, a pedido do marido o pintor austriaco Gustav Klimt  fez um retrato de Adele (em 1907), com detalhes em ouro egípcio (os detalhes dourados que vocês visualizam no quadro), além de prata e tinta a óleo. 



A dama dourada história
A Dama Dourada Quadro


Na verdade além deste quadro Klimt retratou Adele outras duas vezes, a principio o quadro chamava-se retrato de Adele Bloch Bauer, uma vez que as duas irmãs se casaram com os dois irmãos eles juntaram os sobrenomes, virando um único nome "Bloch-Bauer". 

Alguns comentários maldosos surgiram na época sobre a possibilidade de Adele e o pintor terem um envolvimento amoroso, pelo fato dele ter retratado ela várias vezes, o que sempre foi negado pela família, aliás tem uma cena no filme que mostra um outro quadro de uma outra mulher também retratada por Klimt, ou seja era comum as famílias ricas encomendarem quadros para ele. 

Adele já havia sido modelo deste pintor em 1901, para o quadro Judith, abaixo este. 



judith 1901 Adele bloch
Quadro Judith Gustav Klimt (1901)

Em 1912, novamente ela volta a ser retratada pelo Klimt, em um quadro que representa bem a moda da época.  



Adele bloch quadro klimt
Segundo retrato de Adele (1912) 

Adele e Ferdinand não tiveram filhos, ela chegou a dar a luz a uma criança que faleceu poucos dias depois, logo ela era muito ligada as filhas da irmã, na verdade no filme a personagem principal Maria, tem apenas uma irmã Louise, porém haviam outros irmãos também (no total eram cinco filhos). 

Na foto do inicio do post vocês visualizam Maria junto com a tia Adele, e sua irmã e ao lado de seus pais, as imagens de flash back da infância e depois há um pulo para 1938. 



A dama dourada filme
Maria Altman moda em 1938


  • Cena Casamento 
Então nas cenas do casamento da Maria é possível ver looks de festa que remetem a década de trinta.



A dama dourada cena casamento
Moda em 1938 Áustria 

Abaixo a cena do casamento da protagonista, em 1938 para imagens de flash back os figurinos e estão super caprichados, a moça com penteado de princesa Léia seria a Louise (irmã da Maria). 


A dama dourada casamento
Cena Casamento A Dama Dourada 

Logo o nazismo chega a Áustria, para quem não sabe durante este período todo o patrimônio das famílias judias foram confiscados, desde imóveis, jóias, obras de artes e com a família da Maria não foi diferente, os Nazistas levaram o quadro da tia dela (Adele) embora e trocaram o nome deste, para não ter nenhuma referência judaica, a obra recebeu o nome de "A dama dourada", a jóia que Adele usa no pescoço (no quadro) também foi confiscada e passou a ser de propriedade da mulher de um oficial de Hitler.  


A dama dourada joia
Esposa de Oficial de Hitler 

No filme é mencionado que os nazistas não gostavam das obras do Klimt talvez por isso estes não tenha sido arrematado por nenhum deles, vale lembrar que muitas obras foram destruídas neste período (livros também) apenas por terem sido criados por judeus, não foi o caso deste quadro. 

Nesta época Adele já havia falecido, ela morreu em 1925 aos 43 anos de meningite e deixou um testamento pedindo que seus quadros pintados por Klimt fossem entregues há um museu após a morte de seu marido, porém ela não poderia imaginar o que iria acontecer nas próximas décadas. 



adele bloch em a dama dourada filme


O marido dela conseguiu fugir da Áustria antes que os nazistas invadissem o lugar, porém Maria sua sobrinha, então recém casada com Fritz e seus pais continuaram, no local. 

Não vamos contar spolliers e muito menos o final, durante o filme somos apresentados a fuga da protagonista para os EUA, sua irmã já residia neste país porém os pais ficam para trás. 

Após o fim da Segunda Guerra em 1945, as obras de artes e acredito que todo o restante do patrimônio destas famílias não foi devolvido, o tio da Maria, Ferdinand que era o dono do quadro (ele que havia encomendado e pagado por este), faleceu em 1945 e deixou um testamento beneficiando os sobrinhos ou seja tudo que restou de seu patrimônio seria para eles. Porém o quadro foi parar em uma Galeria de Arte na Áustria, onde permaneceu por muito anos. 

Em 1998, após a morte de sua irmã Maria Altman, então uma senhora de 72 anos, dona de uma pequena loja de roupas, resolveu brigar com o governo Austríaco pelo quadro A Dama Dourada entre outras pinturas que também pertenciam a sua família, as obras de arte valiam milhões de dólares e assistindo o filme você acompanha a luta dela para reaver seu patrimônio, na vida real esta briga judicial durou 7 anos, porém no filme aparenta que o processo foi mais rápido. 

Espero que vocês tenham gostado dessa história, fica uma excelente dica de filme. A seguir o trailer legendado: 


Comentários

Nossas Redes sociais