Marilyn Monroe Looks famosos

E o tema do dia é mais que especial vamos relembrar a moda dos anos 50 através dos looks famosos da diva Marilyn Monroe e conhecer alguns fatos sobre sua vida pessoal. 


Marilyn Monroe vestido Oscar 1951

Norma Jeane Casamento (1942)

Nos anos 40 e 50 o casamento era considerado o principal acontecimento da vida de uma jovem, na época Norma Jeane (nome verdadeiro da diva) casou-se aos 16 anos com seu vizinho James Dougherty, pouca informação existe a respeito deste período da vida da Marilyn. 

Devido a Guerra durante este período a moda de noivas, sofreu um pouco de alterações, vestidos mais simples foram adotados. 


Marilyn Monroe vestido noiva 1942


Nos anos quarenta, ela morava com o casal Goddard que iria se mudar para outro estado e devido as leis da época não poderiam leva-la. 

Então a Sra. Grace teve a idéia de casar Norma com o filho de sua vizinha, com o consentimento da jovem.  

Se existia um romance entre os dois anteriormente, de onde a Sra. Goddard tirou esta idéia, são perguntas sem respostas até o dia de hoje. 

Vestido Oscar (1951)

Por mais que Marilyn sonha-se em ser uma atriz clássica, ela nunca ganhou ou foi indicada para o Oscar, porém em 1951 ela participou da da cerimônia, anunciando os indicados para a categoria de melhor gravação de som e entregando a estatueta ao vencedor.  


Marilyn Monroe Oscar 1951


Na ocasião ela usou um vestido de baile feito em tule preto, o modelito pertencia ao acervo da Fox (ou seja foi emprestado). 

No livro Fragmentos de Marilyn Monroe escrito através de um diário da atriz é relatado (de acordo com a própria), que ela pagava pelas roupas de festa, não tendo nenhuma parceria ou ajuda de marcas ou estilistas famosos. 

Marilyn era um dos principais nomes da época, porém ninguém queria vesti-la. 

A atriz Audrey Hepburn, por exemplo, também começou sua carreira nos anos cinquenta, tinha parceria com o estilista Hubert Givenchy, vestindo seus vestidos em eventos e também em filmes como figurinos. 

Look Calçada da Fama (1953)

Em 1953 Marilyn Monroe e Jane Russel, após o sucesso do filme Os Homens preferem as Loiras, eternizaram suas mãos na calçada da fama, basicamente o formato destas ficavam marcadas no cimento (no chão da calçada), acompanhado da assinatura das estrelas. 


Marilyn e Jane Russel


 Existem gravações dela (as sessões da atriz com seu terapeuta eram gravadas) contando que quando criança ela brincava neste lugar, tentando encaixar sua mão, nas formas das mãos que haviam na calçada. A Marilyn sempre quis ser atriz, a mãe dela chegou a trabalhar nos bastidores de Hollywood, como secretaria.


Marilyn Monroe e Jane Russel 1953


Vestido casamento Marilyn e Joe (1954)

Em 1954, Marilyn Monroe era um dos principais nomes de Hollywood, a empresa onde trabalhava (Fox), supostamente não teria falido nesta década devido aos filmes que ela estrelou (que eram sucesso de bilheteria). 

Extremamente famosa e perseguida pela imprensa, neste ano ela casou-se com o Joe di Maggio, um jogador de Beisebol (já aposentado), também muito conhecido porém não tão perseguido pelos jornalistas. 


Marilyn Monroe e Joe Di Maggio casamento


O casamento ocorreu apenas no Civil, em São Francisco sem festa (ambos eram divorciados), a roupa na foto em pb parece preta, porém encontrei uma matéria que a descreve como um terninho marrom escuro.  

Na época as mulheres ao se casarem, pela segunda vez tinham o costume de usar um vestido que fugisse do branco e do modelo clássico (estilo princesa).  

Alguns dias após o casamento ela fez uma viagem ao Japão para cantar para tropas americanas (que estavam servindo na Guerra).


Vestido Branco ao vento (1955)

O famoso vestido branco da Marilyn Monroe na verdade é um figurino usado no filme O pecado mora ao lado (1955), desenhado pelo figurinista Bill Travilla, a famosa cena foi gravada de madrugada, com a presença do público (mais de 1500 pessoas) entre estes homens, querendo ver Marilyn, Joe di Maggio estava presente e ficou furioso. 


Marilyn Monre vestido adoravel pecadora


O casamento durou apenas nove meses e acabou devido ao ciúmes, dele que parecia ter uma personalidade explosiva, existem rumores que ele teria agredido ela, porém este fato nunca foi confirmado. 

Na década de setenta a Fox, tinha a intenção de vender parte de seu acervo, logo a atriz Debby Reinolds, comprou várias peças usadas em filmes premiados, inclusive o vestido branco da Marilyn por apenas 200 dólares a intenção dela era abrir um museu sobre Hollywood o que nunca aconteceu. 

Em 2016, um leilão com pertences da loira foi realizado e este vestido foi a peça mais cobiçada, vendido por 462 mil reais.

Marilyn casamento com Arthur Miller (1956)

Após se separar do Joe di Maggio, Marilyn resolve dar um tempo de Hollywood e vai para Nova York, estudar, depois de seu primeiro casamento ela abandonou a escola (para ser dona de casa).

Na Universidade ela começa um curso de interpretação, durante este período ela conhece o Arthur Miller que era um intelectual e dramaturgo da época. 




Eles se casaram em 1956, alguns dias antes da Marilyn embarcar para Londres onde gravaria O príncipe e a Corista, o filme 7 dias com Marilyn retrata este período da vida dela (já falamos dele por aqui). 

Aparentemente o vestido usado era no modelo Midi e na cor off white, a cerimônia deste casamento parecia, discreta assim mesmo houve uma comemoração feita na casa deles. 

O casal ficou junto por cinco anos, dizem que foi durante este período que ela se viciou em remédios para dormir, esta prática era muito frequente entre artistas naquela época. 

Outros famosos como Elvis Presley, Judy Garland, tiveram suas mortes relacionadas a este problema. 

Vestido encontro com a Rainha (1956)

E foi durante este período que a jovem orfã, que sonhava em ser atriz conhece a rainha da Inglaterra, durante a estreia do filme A batalha de river Plate (cujo seu marido fazia parte da produção), havia uma fila de pessoas para cumprimentar a rainha Elisabeth II, entre estas a senhorita Monroe, que não passou vexame.


Marilyn Monroe encontro com Elisabeth II roupa


As duas na época tinham trinta anos, se estivesse viva hoje Marilyn teria 96 anos.  

 No filme 7 dias com Marilyn há uma cena em que a protagonista comenta que Elisabeth elogiou seu vestido, um modelito dourado acompanhado por uma capa e luvas. 

Vestido luto (1961) 

Em 1961 o ator Clark Gable, faleceu vítima de um infarto meses antes ele teria gravado o filme Os Desajustados, que foi escrito pelo Arthur Miller e tinha a Marilyn no elenco. 

Ela admirava o Clark desde antes da fama e há relatos que ela o via como um pai. 




A Norma Jeane era filha de mãe solteira, a identidade de seu pai é desconhecida até hoje. Devido a problemas de saúde de sua mãe ela cresceu em orfanatos e lares adotivos. 

Durante o velório do ator, alguns fotógrafos esperavam a chegada de Marilyn, que como sempre se atrasou, sua presença chamou mais a atenção do que o própria perda de Clark. 

Se despedir de Gable poderia ser para ela, como dizer adeus a um pai que ela conheceu e teve a oportunidade de conviver, Marilyn faleceria no ano seguinte. 

Vestido aniversário do Presidente (1962)

Durante as gravações de Something got to Give em maio de 1962, ela decide ir até Nova York, para cantar parabéns para o presidente John Kennedy. 

O vestido cor de pele que ela usou foi costurado em seu corpo, para que ficasse bem justo, feito com mais de 2.500 cristais bordados a mão e acompanhava uma estola.  


Marilyn Monroe vestido aniversário do keneddy


Em 1999 ele foi leiloado 1,3 milhões de reias,  em 2016 a peça entrou novamente em leilão, desta vez vendido por 16 milhões de reais. 

Quando ela aceitou gravar o filme já estava combinado, que ela iria a este evento mas as gravações estavam muito atrasadas devido as suas faltas e o diretor queria que ela desistisse de ir, para se dedicar ao trabalho o que não aconteceu. 

Devido a isso ela foi demitida da Fox e Something got to give engavetado, a empresa na época passava por uma crise financeira, e precisavam de um filme com Marilyn, para supostamente conseguirem sair do buraco.

Look último ensaio (1962)

 E após sua saída a Fox estaria queimando a imagem da Marilyn, com declarações que ela não estava bem, ao ponto que as cenas gravadas para o filme não poderiam ser usadas. 

Em sua defesa ela chamou um fotografo e fez um ensaio fotográfico, para mostrar que estava em ótima forma e se defendendo das acusações. 

MAIS SOBRE ELA: 


Marilyn Monroe ensaio 1962


E o look usado para estas fotos era uma roupa normal do dia a dia, com uma cor bem chamativa (estilo Marilyn de ser) que indicaria o que seria moda nas décadas seguintes. 

Roupas mais práticas e confortáveis, os anos 50 década na qual Marilyn Monroe brilhou e virou um ícone é marcado pela figura da mulher feminina, com roupas impecáveis, porém não tão práticas para o dia a dia. 

Marilyn faleceu em 4 de agosto de 1962, após ingerir uma alta quantidade de remédios, aos 36 anos. Ela havia sido recontratada pela Fox, o filme na qual ela estava trabalhando não foi finalizado. 

Comentários

Nossas Redes sociais