Nadi: Coroa e Jóias em Gênesis

E o assunto do dia são os acessórios (Coroa e jóias) em geral da sacerdotisa Nadi (Camila Rodrigues) na novela Gênesis da Record, venha conhecer um pouco sobre o verdadeiro povo de Ur dos Caldeus.


Nadi (Camila Rodrigues) com coroa e lenço no rosto



  • Novela Gênesis 

É a nova novela bíblica da Record, que conta a origem do povo Hebreu, após os relatos que envolveram Adão e Eva, Noé e a Torre de Babel, chegando na história de Terá (Angelo Paes Leme), descendente de Noé, exatamente dez gerações depois dos acontecimentos da  famosa arca. 

Terá (Angelo Paes Leme) resolve se mudar para a cidade de Ur, localizada na Mesopotâmia (hoje seria a região sul do Iraque). Sua esposa Amat (Branca Messina) esta grávida do primeiro filho, Abrahão que dará descendência ao povo hebreu. 

Essa história antecede os acontecimentos do filme Os Dez Mandamentos e A Terra Prometida. 

  • Nadi (Camila Rodrigues)

Nadi (Camila Rodrigues) é sobrinha do sacerdote de Ur e estava a caminho da cidade para se tornar sacerdotisa, quando sua comitiva é atacada por saqueadores e ela é salva por Terá (Angelo Paes Leme) ao chegarem na cidade o casal é convidado para um banquete no palácio por terem ajudado Nadi (Camila Rodrigues). A seguir a imagem dos personagens principais, que descreve o enredo da novela, digamos. 


cena de Genesis Nadi com Terá e esposa
Cena Chegada de Nadi (Camila Rodrigues) a Ur dos Caldeus


Vejam a cara da Amat (Branca Messina), aparentemente incomodada com a presença da Nadi (Camila Rodrigues) , que ao chegar na cidade parece ser uma moça comum, simples que logo tem seu visual transformado e personalidade também. Seria Nadi uma boa pessoa que se corrompeu devido a cultura de Ur ?
 
Reparem que a Camila Rodrigues está de cabelo solto enquanto a esposa do Terá de cabelo preso e coberto. 

Como já mencionamos em posts anteriores, durante muitos séculos o costume de prender os cabelos ou cobri-los, era visto como uma obrigação social e recato. 

Uma mulher de cabelo solto seria algo de extrema sensualidade, naquela época. 

  • Coroa de Louros

Para quem não sabe a coroa da imagem abaixo é uma coroa de louro, essa ficou muito conhecida devido a sua presença na cultura Romana (não confunda Nadi pertencia a Ur), para quem não sabe as folhas de louro, são diferentes das demais, pois estas nunca caem da árvore mesmo secas continuam pressas aos galhos. Daí a origem de sua relação com a nobreza e com o tema eternidade. 


Nadi (Camila Rodrigues) em Genesis
Coroa de Louro


  • Nadi e Terá 

Apesar de linda, rica e poderosa Nadi (Camila Rodrigues) inveja Amat (Branca Messina) por ter um marido como Terá (Angelo Paes Leme), como sacerdotisa ela nunca poderá se casar, ou ter um envolvimento com um homem. 

Daí o motivo da inveja, basicamente o visual de Nadi (Camila Rodrigues) tem como fator principal criar um oposto ao visual da Amat (Branca Messina).

Enquanto a primeira se veste com extrema riqueza de jóias e figurinos maravilhosos, Amat é a simplicidade e modéstia em pessoa, tendo apenas sua família (o filho que espera e o marido), tudo que Nadi (Camila Rodrigues) nunca terá na vida. 

De acordo com a história Terá (Angelo Paes Leme) tem uma filha (Sarai) com outra mulher, eu não achei nada sobre a mãe desta personagem, seria ela (na novela ao menos) filha de Nadi ? 


Camila Rodrigues como Nadi



Sarai (Adriana Garambone) em certo momento se chamará Sara e será esposa de Abraão, ambos são irmãos por parte de pai. 

Sara é descrita como uma mulher belíssima que chamará a atenção de um faraó quando Abraão chegar no Egito (sim os egípcios aparecerão nesta novela), será esta beleza herdada de Nadi ?

O que sabemos sobre as jóias de Nadi (Camila Rodrigues) é que estas foram feitas a partir de inúmeras pesquisas do núcleo de figurino da Record, tendo como referência os povos da Mesopotâmia. Logo as maravilhosas coroas que você está visualizando neste post não foram pura invenção. 


Nadi com coroa e penteado em Genesis


O ouro presente no figurino da sacerdotisa Nadi (Camila Rodrigues) seria para mostrar a ostentação e riqueza da cidade de Ur dos Caldeus. O que cria a sensação nas cenas de deslocamento de Terá (Angelo Paes Leme) e sua esposa no meio de tudo aquilo, afinal eles não pertencem a este lugar. 

A Nadi ficará dividida em seguir sua vida como sacerdotisa ou seu interesse por Terá que é um homem casado, de outro povo, que não compartilha da crença dela por Deuses.

Provavelmente por estar acostumada a ter tudo que quer, ser muito exuberante, a personagem deseja exatamente a única coisa que não pode ter um marido e neste caso o marido de outra mulher. 


Camila Rodrigues em Genesis


Não sabemos exatamente se ela vai se apaixonar por ele, ou querer ficar com ele apenas por capricho, como descrevemos os dois Terá e Nadir são muito diferentes. 


Nadi com coroa em genesis



Reparem em Gênesis os personagens que vivem fora da cidade de Ur, acredito que eles possam ser chamados de povos do deserto talvez, também usam vários acessórios porém não ouro. 

LEIA TAMBÉM: 



  • Ur dos Caldeus existiu ?

A cidade é mencionada no livro de Gênesis sendo o local de nascimento de Abraão e sim há relatos arqueológicos sobre ela, ou seja, ela realmente existiu suas ruinas foram encontradas nos anos vinte, por Leonard Woolen. 

Porém existe uma divergência entre relatos bíblicos e a arqueologia a respeito da cidade, uma vez que os Caldeus teriam surgido 70 anos após Abraão logo quando Terá e Amat chegaram a Ur ele nem havia nascido, não haveria como a cidade ter relação com os Caldeus (eles vieram depois de acordo com a arqueologia).

O povo de Ur é descrito como próspero, evoluído tendo bons conhecimentos em matemática, geometria e medicina principalmente, cirurgias de cabeça eram feitas naquela época. 

Três mil anos antes de Cristo a cidade possuía um Sistema Público de Saúde, complexo educacional, escrita (feita em tabletes de argila), a educação era levada a sério neste lugar. 

Em certo momento da história Abraão já adulto decide sair de Ur e a cidade ainda continua próspera e rica. 

Na novela somos apresentados ao povo de Ur e alguns moradores de fora da cidade, vale lembrar que não há grupo de hebreus nesta fase da novela, pois o povo terá origem a partir dos descendentes de Abraão, filho que Amat (Branca Messina)  espera ao chegar na na cidade. 

Terá (Angelo Paes Leme) descende do povo Semita, que por sua vez são descendentes de Sem um dos filhos de Noé (Oscar Magrini), a novela nos primeiros capítulos contou esta passagem.  


Assista o vídeo abaixo e conheça mais sobre a história de Ur dos Caldeus: 


Comentários

Nossas Redes sociais